terça-feira, 25 de agosto de 2009

7 meses e O Problema

Hoje fez 7 meses que sai de casa e bateu a nostalgia.
7 meses atras eu estava no aeroporto, ansiosa, nervosa, cheia de esperanca, aguniada, empolgada e feliz, 7 meses depois eu resolvi fazer um balanco, e bateu o desespero.
Deixa eu contar os fatos na ordem que eles devem aparecer:
Sabado sai de casa no que era pra ser um sabado normal, tinha festa de noite entao eu estava buscando e levando amigas em casa, acontece que numa dessas, capotei o carro, e complicado explicar, mas saindo da highway peguei umas pedrinhas na curva, freei, o carro comecou a escorregar, toquei a direcao pra tudo que era lado e a ultima coisa que me dei conta depois disso foi qdo parei de lado, com uma amiga suspensa peo cinto em cima de mim.
Sem desespero, todo mundo saiu andando de dentro do carro (carro este que nao existe mais, deu perda total e ja deve ter sido demolido), porem eu sai caminhando (sem nem um arranhao), a Tati com o braco e a perna roxos, mas sem fratura, a cris com dores nas costas e depois de um tempo apareceu na cabeca tbm, a marina com o olho sangrando e dor nas costas... Listando assim parece pior um pouco do que foi, pq todas vao ficar bem.
Acontece que depois de passar por tudo isso tu pensa "Nao existe algo pior q isso pra acontecer", mas meus amados hosts fizeram uma situacao horrivel em uma situacao insuportavel, eu liguei pra eles no mesmo dia de noite pra saber se eles ja queriam conversar, nao quiseram, me enrolaram ate segunda de noite, nao mostraram nenhuma preocupacao com minha saude, so com o carro deles.
Me enrolaram, trabalhei segunda o dia todo segurando pra nao chorar, pensando que eu podia ter morrido muito facilmente, vi as fotos do que sobrou do carro e so queria chorar mais ainda, pois tinha um amassado bem em cima da minha cabeca, nao sei como nao bati la.
Segunda de noite 9:30 pm eles me chamaram pra conversar, fui eu, tremendo, com dor no estomago e tudo mais, sento no sofa e minha host: "O carro vai ser demolido, tu tem nocao do que e isso? Sabe o prejuizo que isso nos deu?" eu respondi que claro que sabia, que claro que entendia o prejuizo, mas que dou mais importancia pra minha vida do que pro carro deles, dai ela me colocou contra a parede e me disse que alem dos 250 (quantia maxima que a agencia deixa a au pair pagar nesses casos), eles queriam que eu pagasse mais 275 do guincho, na hr eu fiquei tao braba e falei que nao achava certo ela me por contra a parede e dizer que eu vou pagar, sem conversar, negociar, ai ela falou que eu destrui o carro dela, foi ai que eu nao aguentei e comecei a chorar, e disse que precisava dizer o que tava sentindo, expliquei que estava muuuito mal com toda a situacao, que tava evitando eles pq tava com medo da reacao deles, que tava triste por eles nao valorizarem nem um pouco a minha saude e so o carro deles, que eu tava apavorada e que nao consigo parar de rever a cena do acidente na minha cabeca pra procurar a minha culpa nisso tudo (coisa que ate agora to procurando), qdo eu comecei a chorar eles amoleceram, meu host pediu desculpa milhoes de vezes por nao ter perguntado como eu estava e se precisava de alguma coisa, decidimos que tivemos problemas de comunicacao, e terminamos conversando tranquilo, eles concordaram que e muito esquisito o que aconteceu, que eu nao tenho culpa, so o que fiz foi uma curva um pouquinho aberta, mas nada fora do normal, que todo mundo faz, e dei azar.
O problema agora e que continuo devendo 525 dolares pra eles, sem achar justo, pq pra mim eles me cobrarem mais disso e como eu chegar pra eles e dizer que nao quero ganhar o q a agencia estipula, que quero mais, pq e isso que eles estam fazendo.
Depois de sabado so o que eu quero e ir pra casa, ganhar o apoio da familia na situacao mais complicada que ja passei na minha vida, mas nao sei se vale a pena e to super confusa com relacao ao que fazer agora.
Entao eu vou, sexta na hr do pagamento, falar com a minha host, que se ela vai realmente me cobrar 525 entao eu vou pegar esse dinheiro e comprar uma passagem pro BR, pq se eu tiver que pagar isso vou ter que desistir de fazer muita coisa aqui, e esse e dinheiro q pra eles nao faz diferenca, pra mim faz.
Eu ainda nao sei o que vai acontecer, pensei em rematch, ja descartei, eles foram legais comigo no final das contas, o problema agora e so o que nao era problema ate ontem.
Enfim, estou muito melhor que ontem e nem comparo com sabado, mas espero sexta estar sem comparacao com hoje.
Bom foi isso,
se cuidem, DE VERDADE

beijos

4 comentários:

GaB. disse...

Nossa Ju. Ai graças a Deus tu ta bem, e nao te aconteceu nada. Bah me deu um aperto quando fui lendo.
:S
Deve ta um clima chato por aí agora. :/
Mas tudo vai dar certo. Sempre dá.
Te cuida por aí. (:
Beeeijos.

Camila disse...

Oi Juliana!
Noooossa guria q sufoco hein! Mas graças à Deus vc está bem, não se machucou e saiu ilesa dessa...
Quanto aos teus hosts realmente muito sem noção mesmo, poxa nem se importantar com vc, com sua vida!
Fica tranquila e tenha fé em Deus q tudo vai se ajeitar no final...
Beijos para vc e se cuida!

Naty disse...

Juliana, não te conheço, mas como muitas meninas sigo o seu blog. Eu imagino o quão difícil deve ser essa situação, não se sentir valorizada e menos que isso nem se licharem para você. O maior receio do meu pai quanto a minha decisão de ir para os EUA é essa, os latinos são discriminados e ainda mais sendo "empregados". Mas força na peruca, somos brasileiros, temos muita garra e muita força!
Boa sorte! Bjão

nataliavales@gmail.com

Lici in the sky with diamonds disse...

nossa ju! que aperto no coracao! Gracas a Deus q n aconteceu nd com ngm q tava no carro. de fato lendo parece q foi horrivel ter vivenciado isso e parece q o acidente foi mt grande, mas garacas a Deus msm q tds sairam ilesas. Foi um milagre.
eu vou orar por vc e pela situacao pra Deus dah direcionamento pq eh mt complicado estar aqui sozinha e se sentir desamparada. espero q vc esteja bem melhor agor do q estava qnd escreveu o post. e qlqr coisa, tenta falar com sua lcc tb, ok?!
beeeeeijo ♥